Testemunhos Doula

Reservei esta área para que alguns casais/mães que acompanhei possam partilhar o que sentiram ao ser acompanhadas por uma doula.

  • "A Márcia é das pessoas mais marcantes na minha existência e agradeço sempre muito pelos nossos caminhos se terem cruzado. Desde o momento em que a conheci, houve um match emocional, ideológico e espiritual grande mas nunca pensei que fosse tão orgânico e natural. Foi muito mais do que algum dia imaginei e podia pedir. Da mesma forma que desejo ter mais filhos, peço muito que possa ter a Márcia por perto novamente. A Márcia descomplicou e desmistificou tudo o que se diz sobre este momento. Mostrou-me como é tudo tão natural e possível. Como é importante ouvirmos o nosso coração e percebermos o que é melhor para nós. O que nos faz sentir seguras. E que não faz mal mudar de ideias. Caminhar com ela é um processo muito livre e informado. E, sobretudo, cheio de muito amor. Muito obrigada, minha querida Márcia, por me teres mostrado tantas coisas bonitas. Por teres acreditado em mim até ao fim. Por nunca largares a minha mão. Sou-te eternamente grata."

    Testemunho da Inês
  • "Queria agradecer-te todo o apoio que nos deste e principalmente pelas palavras de força e coragem, acredita que foram imprescindíveis! Segui os teus conselhos naqueles dois dias antes do parto, as frases, os desenhos com o Raphael e tenho a certeza que ajudou muito a desbloquear tudo! Embora não tenhas estado fisicamente estiveste sempre presente! Obrigada por todo o teu apoio e disponibilidade! Beijinhos grandes Gabriel, Raphael, Betânia e Fred"

    Testemunho da Betânia
  • "Márcia, queria, queríamos agradecer o teu apoio neste momento e fase tão importante das nossas vidas. Preferia escrever-te uma carta à moda antiga, mas como não tenho a tua morada fica a mensagem por aqui. Para mim, para nós e para o acolhimento do Gaspar, foi muito importante a tua presença e o teu apoio seguro e discreto. Muito, muito obrigada :)"

    Testemunho da Violeta e Grossinho
  • "A Marcia tem muita informação em tantas áreas do mundo da maternidade, que a torna a Doula perfeita para acompanhar os pais em todas as fases da gravidez, parto e pós-parto. Ajudou-nos a tomar as decisões mais certas sem nunca impor uma ideia mas sugerir as diferentes opções. Uma excelente empatia e sempre disponível e generosa com o seu tempo. Yara e Kent"

    Testemunho da Yara e Kent
  • "Num momento em que tanto se fala de um estado de graça, que é o de estar grávida, do parto e do nascimento, talvez, seja também importante falar de tudo o que esta grande "viagem" implica. Muitas vezes, é uma viagem sem caminho definido, em que se dá passos a medo para o desconhecido e se traz uma "bagagem" que se avizinha pesada.

    Transportamos nessa bagagem, uma série  de ansiedades, dúvidas, questões, preocupações, por vezes "fantasmas" de um passado, desejos de um futuro...muitos desejos!, sonhos, expectativas (nossas e as dos outros) e uma outra série de emoções, que também só a meio dos vários caminhos percorridos é que vamos conseguindo definir....por isso, talvez, a grávida fique pesada e lá para o meio da viagem percorra o caminho em passos vagarosos:-)

    Como em todas as viagens, mesmo quando se viaja sozinho, é sempre bom quando encontramos mais viajantes (em condições diferentes da nossa, mas que já fizeram a viagem que nós estamos a fazer) pelo caminho que tornam a "nossa viagem" mais alegre, divertida e nos fazem esquecer os medos e as ânsias e transformam as nossas expectativas em algo real e dão voz às nossas preocupações e nos apoiam em caso de "pedras no caminho" e nos ajudam a carregar a "bagagem" e nos informam dos vários caminhos, que podemos percorrer nesta viagem e nos apoiam nas escolhas que fazemos... e é incrível, como a viagem se pode tornar mais enriquecedora.

    E é desta forma, muito metafórica que eu encarei a "minha" Doula na minha "viagem"...talvez, porque para mim, a minha gravidez foi um estado de graça, em que percorri diversos caminhos, momentos de incerteza e dúvidas e pelo facto dela ter "caminhado" comigo e  ao meu lado, tornou a minha gravidez, um processo de escolhas conscientes sobre o que eu queria ou não queria para mim e para o meu filho em todos os momentos da minha "viagem". Foram conversas animadas, sessões informadas de tudo aquilo que seria este momento e foi-me mostrado todas as opções que eu poderia encontrar nos diversos caminhos que poderia escolher. É sem dúvida, uma experiência gratificante, puder contar com uma pessoa que eu considero especialista em grávidas e bebés e na relação materno-fetal e na relação mãe-filho nas primeiras fases da vida do bebé."

    Testemunho da Andreia
  • "Doula,

    Palavra muito desconhecida para muitos. Doula é uma assistente que acompanha a mulher durante a gravidez, parto e pós-parto. Mas o significado de Doula vai muito além dos encontros semanais. Para mim/nós a Doula foi um presente divino. Demo-nos muito bem logo no primeiro encontro, foi como amor à primeira vista. Era ela, Márcia, que queríamos. Foi ela quem escolhemos para partilhar a jornada da 'nossa' gravidez e parto.

    Hoje vemos a importância de uma Doula, é ela quem auxilia, quem informa, quem tira as dúvidas, quem nos fortalece, quem nos pode instruir da melhor forma, para que possamos seguir tranquilos nessa metamorfose. E no grande dia do parto, ela foi a primeira a chegar, sempre sorrindo, sempre querendo ajudar e contribuir da melhor forma para que tudo corresse bem. Foi ela quem me apoiou quando pensei em desistir, quando disse que não tinha força e que estava com medo.Ganhámos uma amiga/irmã.

    Sou grata a ti, Márcia, por nos teres ajudado e por teres estado ao nosso lado ao longo dessa incrível experiência que foi o parto do Pedro. Tu foste linda, sempre emandando paz e energias positivas. E até mesmo hoje, ainda nos ajudas muito nessa jornada de ser pais. Somos muito gratos a ti, tens um lugar no nosso coração.

    Com amor, Brenda, Daniel e Pedro "

    Testemunho da Brenda e do Daniel
  • Márcia, a minha doula

    Olhos curiosos e um sorriso gentil. Foi sempre assim que te vi. Há um ano, quis a vida que nos cruzássemos de novo. Uma conversa informal sobre uma obstetra que conhecias, um convite para fazer yoga contigo, momentos de ternura e de partilha no curso da parteira Naoli. E eu, que até já tinha uma doula, vim para casa sonhar contigo. Estive uma semana a desejar estar contigo, conversar contigo, que fosses tu a doular-me. Durante uma semana fomos falando pelo chat. E eu a sentir que estava a cometer adultério. O meu coração, todo o meu corpo, dizia que era contigo que queria estar.

    Depois do parto, perguntaste se podia escrever um testemunho sobre o teu trabalho. Disse que sim, sem hesitar. Mas a palavra testemunho não me trazia coisas boas à mente. Hoje percebi que o que eu queria escrever era uma carta de amor. A meio da noite, a segunda seguida sem dormir bem, abri a janela e senti um misto de frio e calor, um cheiro de verão, que me levou para a madrugada de 12 de Agosto. Lembrei o nosso abraço, a perda de líquido naquele momento, o teu conforto e atenção sempre presentes.

    A tua gentileza e presença constante conquistaram-me desde cedo. Senti-me muito acarinhada. Senti que contigo podia falar sobre tudo, sem o receio de me julgares, afinal também eu tinha formação de doula. Antes da doula, era a grávida, a mulher, que procurava o teu apoio. Chegaste ao nosso lar e fizeste logo equipa com o David. A doula não substitui ninguém, a doula está presente, a doula é inclusiva. E tu foste sempre tudo isto e muito mais, de uma forma fluida e generosa.

    Olhava para ti e pensava é assim que eu quero doular. Além do apoio e presença, mostraste-me a energia calorosa que uma doula tem. Desde as 36 semanas que sentia os ameaços do trabalho de parto e com, paciência e carinho, estiveste sempre lá para mim. Nas últimas semanas, quando eu duvidava de mim e do meu corpo, reforçaste sempre a minha confiança. E eu que não queria incomodar-te a meio da noite, liguei-te de madrugada para vires ter connosco… Era o momento da Bia nascer. A minha alegria era imensa, não sei como estive em trabalho de parto com tanta conversa animada. Mas quando vinha a contração, estavas sempre ali, as tuas mãos na minhas dores, alternando com as mãos do David. O óleo, o aroma a alfazema, a presença, o carinho. A resistência no duche. A atenção aos pormenores. Márcia significa guerreira, mas tu não és luta, és amor em estado puro.

    A Bia nasceu e estavas lá assim que regressámos ao quarto. Apetecia-me dizer Tragam o pequeno-almoço, é hora de celebrar! Foste descansar um pouco depois. Mas estiveste sempre presente. No dia da alta, a suspeita de infeção no umbigo, a pressão para dar leite artificial… estavas lá comigo, quando desabei a chorar. E, mesmo depois de ires de férias com a tua família, estiveste sempre presente à distância, enquanto estivemos internadas no hospital.

    Minha querida amiga Márcia, que alegria as nossas vidas se terem cruzado! Foste parte fundamental do parto maravilhoso que me trouxe a bebé Bia, a renovada mãe Cristina, e a doula que procuro ser. Gosto muito de ti! Que continues a apoiar muitas famílias e bebés a chegarem a este mundo de forma delicada e feliz!

    Retirado do blog https://mimami.org/2017/07/04/marcia-a-minha-doula/

    Testemunho da Cristina Cardigo