Snack simples

Snack simples 🤤😋

Tostei ligeiramente oleaginosas (aqui amêndoas e avelãs). Levei a um processador e triturei ligeiramente para deixar pedaços pequenos e conseguir sentir o crocante. Retirei para uma taça grande.
Coloquei depois tâmaras (gosto especialmente das medjol, mas qualquer uma dá, desde que não tenha açúcar) com cacau puro novamente no processador e triturei até ficar bem homogéneo.

Juntei tudo e amassei as bolinhas com as mãos 😉

Ficam bem durante alguns dias no frigorífico.
Podem usar outras combinações, raspa de 🍊 ou 🍋, 🥥 ralado, bagas goji, etc

#snacks #alimentacaosaudavel#receitas #receitasaudaveis

 

 

0 Read More

Zuo Yue zi (cuidados no pós parto)

Zuo Yue zi é um período de 30-40 dias pós parto, onde a mulher deve ter alguns cuidados.

Na visão da Medicina Chinesa,  gerar uma vida, a gravidez e o parto trazem um desgaste brutal a uma mulher. Nos dias seguintes aos parto, devemos evitar tudo o que possa agravar esse desgaste e ao mesmo tempo tonificar, cuidar e nutrir a recente mãe.

Existem tradicionalmente regras muito restritas e obviamente deslocadas da realidade de hoje. Mas deixo aqui algumas recomendações que considero importantes dentro desta visão:

Nesse período procurar estar o mais deitada e/ou sentada possivel (obviamente contando com ajuda do companheiro/a e família)

Evitar estar sujeita a frio, isso implica ter os pés sempre quentes e sempre que se lavar o cabelo, usar o secador (evitar mesmo ficar com a cabeça molhada).

Gerir bem as visitas. Perceber como e com quem se permitem gastar energia. A disponibilidade da mãe nesse primeiro mês, deve ser o mais possível para ela e para o bebé.

Podem usar um lenço ou pano a envolver a bacia e o abdómen, apenas para conforto de uma zona que esteve preenchida com uma vida e de repente fica vazia. Atenção, o objetivo não é de todo que se exerça pressão. A pressão nessa zona frágil, pode lesar a zona mais fragilizada (pavimento pélvico).

Alimentação: para recuperar Qi e sangue, recorrer a alimentos de folha verde, vermelhos e laranja. Deverá ser uma alimentação maioritariamente cozinhada (apesar dos alimentos crus possuírem mais nutrientes, requerem mais esforço ao corpo para o processo da digestão).

Os caldos (de vegetais, carne ou peixe), miso, sopas, estufados, cereais integrais cozinhados por bastante tempo (congee), fruta cozinhada, algumas especiarias (de natureza morna/quente) e alguns chás, são excelentes opções.

 

#posparto #mtc #mtcgravidez#gravidas #gravidezmedicinachinesa#acupuncture #acupunturanagravidez#acupunturaeparto#acupunturaposparto#medicinachinesa

 

0 Read More

Alimentação e fertilidade

Hoje decidi escrever sobre alguns alimentos a reforçar na pré – conceção (bons para a fertilidade):

1 – 🥦 folhas verdes (ricos em folato/vit B. Necessário para a formação de glóbulos vermelhos e para a síntese de ADN (material genético das células). Essencial ao desenvolvimento normal do sistema nervoso do bebé.
Encontramos nos brócolos, espinafre, couves, salsa, espargos, etc.

2 – 🍅🥕 vegetais vermelhos e laranjas (ricos em betacarotenos).
Especialmente importantes para melhorar a quantidade e qualidade do esperma.
Encontramos na cenoura, tomate, pimento vermelho, etc.

3 – 🥚 ovos (ricos em colina e vitaminas 😎.
Essencial para o desenvolvimento do cérebro do bebé.

4 – beterraba (rica em antioxidantes e ferro).
Combate os radicais livres e é excelente para o sangue.

5 – 🥜 oleaginosas (ricas em vitaminas e minerais e ómega 3).
Tem uma acção anti-inflamatória, fortalece o sistema imunitário e ajuda o desenvolvimento sensorial, motor e cognitivo do bebé.
Castanha do Brasil, nozes, amêndoas, sementes de linhaça.

6 – lentilhas e feijão, especialmente o preto (ricos em proteína vegetal e também em folatos).

 

0 Read More

Ingurgitamento e ductos mamários bloqueados

Ingurgitamento e ductos bloqueados

Hoje venho falar da minha experiência com a acupuntura (MTC) em casos de ingurgitamento e ductos bloqueados.

Estas duas situações, assim como, mamilo doloroso/ferido e mastites, são as principais situações a afetar a mama durante a amamentação e que levam as mães a procurar ajuda, ou até mesmo a desistir.

Os ductos mamários são os canais de drenagem do leite materno (das glândulas/alvéolos até ao mamilo). Por vezes há um bloqueio desses ductos, formando-se nódulos que impedem a passagem do leite. Pode ser acompanhado de dor, vermelhidão local e calor, e devemos procurar atuar logo, para evitar o desenvolvimento de mastites.

A abordagem, assim como o tratamento são únicos para cada mulher. Devemos analisar o enquadramento de todo o processo para que possamos fazer as recomendações mais adequadas. Além da parte física, a questão emocional tem um peso muito grande nestas situações.

ingurgitamento e ductos bloqueados

(imagem retirada do site: https://fundoimmlaco.pt/prevencao/)

 

Algumas recomendações gerais:

– Evitar uso de soutien com arame ou soutiens/tops apertados

– Evitar subir ou descer a camisola para amamentar, deixando-a a vincar alguma parte da mama

– Dar mama em livre demanda, evitando intervalos longos entre mamadas

– Verificar a pega do bebé (ou procurar ajuda nesse sentido) Video

– Oferecer a mama com o bebé em diferentes posições

– Massajar a mama, principalmente na zona do nódulo, e em direção ao mamilo

 

Deixo um feedback de uma mãe com uma bebé de 3 meses, que teve desde sempre a mama muito cheia e facilmente formando nódulos. Estava a tornar-se muito cansativo, pois extraía manualmente o leite após cada mamada.

 

“Olá Márcia, não quero estar a chatear nestes dias, mas tinha de enviar mensagem. As minhas mamas melhoraram muuuuiiiitoooo…É impressionante. Não quero deitar foguetes cedo demais, mas estou tão contente. Não têm encaroçado e já aguento de uma mamada para a outra. Tenho dado mama em exclusivo à Clara.”

 

*Um especial agradecimento à minha colega Rita Monteiro Miguel que se dedicou a estudar este assunto, apresentando e partilhando a sua Monografia de final de curso sobre este tema.

 

ingurgitamento e ductos bloqueados

0 Read More

Primavera na Medicina Tradicional Chinesa

Todas as estações do ano, têm uma influência particular no nosso organismo. Como podemos ajustar o nosso corpo e ritmo à Primavera?

A Primavera é a estação do elemento madeira, caracterizada pelo vento. O Fígado é o órgão associado a esta estação, e muito afetado por esta condição. Nesta estação do ano, temos uma energia de maior inspiração, limpeza, atividade, movimento, crescimento e renovação. Se a bloqueamos podemos criar sentimentos de frustração, raiva e estagnação.

É importante uma alimentação adequada, exercício moderado e descanso suficiente.

Recomendações gerais:

– Os dias maiores fazem com que algumas pessoas durmam menos. Continua a ser importante uma boa noite de sono reparador.

– Fazer exercício mantém-nos ativos, devemos sair para exercícios ao ar livre caminhadas, yoga, alongamentos. Tudo o que mantenha o corpo em movimento e alongado.

– Aproveitar esta energia de começo e renovação para “destralhar” a sua casa. Quando deixamos ir o que não precisamos, permitimos espaço para coisas novas.

– Boa altura para desintoxicar o corpo, eliminar os alimentos mais pesados e calóricos, fritos e processados. Começar a inserir alimentos mais frescos.

– Aproveite esta energia de inicio e criação para começar algo novo.

– Agasalhar bem a região cervical para proteger do vento (cachecol, echarpe, lenço).

 

Alimentos a evitar:

– Fritos

– Álcool

– Lacticínios

-Farinhas brancas

– Alimentos processados

– Moderar o consumo de carnes

 

Alimentos recomendados:

– Vegetais verdes crus, escaldados ou salteados na wok (espinafre, rama de beterraba, agrião, rúcula, couve pack choi, acelgas, ect).

– Os rebentos também são uma excelente opção nesta altura do ano, podem ser comidos crus ou salteados com outros vegetais

– Amaranto, quinoa, millet, cevada

– Fermentados como a kombucha, kimchi, chucrute, pickle caseiro

– Infusões de dente-de-leão ou hortelã

 

Estes conselhos devem ser seguidos com bom senso. Na visão da Medicina Tradicional Chinesa, devemos adaptar a alimentação a cada um, de acordo com as características pessoais.

No entanto, estas recomendações gerais podem ajudar a manter o equilíbrio e evitar as doenças mais comuns da Primavera.

Se precisar de ajuda teremos todo o gosto em ajudar.

0 Read More

Preparação para o parto com MTC

A investigação sobre o uso da acupunctura na preparação da mulher para o trabalho de parto, surgiu pela primeira vez em 1974, com um estudo realizado por Kubista e Kucera (https://www.researchgate.net/publication/284625163_Acupuncture_For_Prebirth_Treatment_An_Observational_Study_Of_Its_Use_In_Midwifery_Practice?fbclid=IwAR08bO5fk0G-MQ_Tzzm1m4H3kvfaDa557osgK9YXuHTU626EBpR1Ib7ibcM).

A pesquisa concluiu que a acupunctura, realizada uma vez por semana a partir das 37 semanas de gestação, foi bem sucedida na redução do tempo médio do trabalho de parto das mulheres submetidas ao tratamento.

À medida que nos aproximamos da data prevista de parto, algumas emoções podem surgir; medo, ansiedade, tensão física e emocional, etc. É importante para mulher criar espaço para ouvir o seu corpo, tempo para cuidar de si e disponibilidade para abrandar*.

Nestas sessões de preparação para o parto, vamos abranger tanto a parte física, como emocional e o feedback que vou recebendo tem sido muito positivo. As mulheres que se preparam para um parto fisiológico/vaginal, assim como as mulheres que por algum motivo irão para uma cesariana, podem beneficiar destes tratamentos que podem incluir as várias técnicas usadas na MTC (acupuntura, massagem, fitoterapia, dietética assim como alguns exercícios físicos).

Na minha experiência, tenho tido melhores resultados com estes tratamentos a iniciar pelas 36 semanas com frequência semanal.

Testemunho da Sara

“A Medicina Tradicional Chinesa ajudou-me bastante na gravidez a nível físico, no alívio das dores lombares e dorsais, e também a nível emocional fazendo-me sentir mais equilibrada e tranquila para o momento do parto.”

 

*o ideal será que a grávida tenha um acompanhamento não só nesta fase final, mas durante a maior parte da gravidez, pois além das questões físicas, todo o apoio emocional e informativo vai dar maior segurança para esta experiência única e nova. Pode ser um acompanhamento com medicina tradicional chinesa por alguém com especialidade nesta área, ou estes tratamentos como complemento ao acompanhamento de uma doula.

Estas sessões não substituem as consultas da equipa de saúde convencional.

0 Read More

Medicina chinesa e a fertilidade

Gerar uma vida é algo muito especial. “É o perfeito encontro de Yin e Yang, as duas polaridades fundamentais do Universo”.
Metade da essência é constituída no momento da conceção, a outra metade é formada ao longo das 40 semanas gestacionais através da passagem da essência da mãe (a energia que ela extrai dos alimentos e do ar) diretamente para o bebê.
Se a mãe não tiver disponível um bom nível de essência, o seu organismo priorizará o bebé e retirará diretamente da sua reserva.
A Medicina Tradicional Chinesa pode ser um bom aliado na fase pré conceção (assim como durante a gravidez), usando várias ferramentas como dietética, fitoterapia, massagem, acupunctura, exercício, estilo de vida. O objetivo é estimular o corpo a encontrar o seu equilíbrio.
É também muito útil em processos de infertilidade e no apoio a FIV (Fertilização in Vitro).
Deixo algumas sugestões gerais para a pré conceção e uma gravidez saudável, contudo à luz da MTC, cada caso deverá ser analisado e recomendações mais especificas só poderão ser dadas após um diagnóstico

• Reduzir o ritmo de trabalho
• Dormir pelo menos 8 horas (e sempre que possível pequenas sestas principalmente na gravidez)
• Exercício físico moderado
• Momentos de relaxamento, principalmente na natureza
• Comer com regularidade, optar por alimentos saudáveis e nutritivos (cereais integrais, frutas, vegetais, leguminosas, oleaginosas), de preferência da época e biológicos
• Evitar alimentos processados
• Evitar café, tabaco e álcool

0 Read More

O Inverno na Medicina Tradicional Chinesa

O Inverno na Medicina Tradicional Chinesa

Todas as estações do ano, têm uma influência particular no nosso organismo. Como podemos
ajustar o nosso corpo e ritmo ao Inverno?
O Inverno é a estação do elemento Água, caracterizado por chuva e frio. O Rim é o órgão
associado a esta estação, e muito afetado por estas condições (frio e chuva). É importante uma
alimentação adequada, exercício moderado e descanso suficiente. É uma época que
representa introspeção e recolhimento, tanto intelectual e emocional, como físico.
Recomendações gerais:
– Dormir mais tempo (deitar mais cedo, levantar mais tarde). Vivendo de acordo com a
natureza, seria importante mais tempo de descanso, respeitando os dias que são mais curtos
nesta época do ano.
– Evitar exposição excessiva ao vento, frio e humidade.
– Fazer exercício mantém-nos ativos, no entanto nesta época do ano, devemos escolher
exercícios suaves como o Yoga, Tai chi, Chi Kung.
-Agasalhar bem a região cervical, lombar e abdominal, assim como os pés para proteger do frio
e do vento.

Alimentos a evitar:
– Alimentos frios e crus
– Lacticínios
-Farinhas brancas
– Alimentos processados

Alimentos recomendados:
Os alimentos no Invernos devem ser consumidos preferencialmente cozinhados, a baixa
temperatura. As sopas e os caldos, são uma excelente opção, assim como os estufados.
Alimentos da época como os tubérculos, abóbora, batata doce, cenouras, os vegetais de folha
verde.
Alimentos que tonificam o Rim como feijões em geral (o preto em especial), sementes de
sésamo pretas, avelãs, castanha, arroz integral, aveia, quinoa.
Condimentos e especiarias como gengibre, canela, cominhos.
A ingestão de líquidos é muito importante, e nesta altura podemos optar por infusões mornas
que ajudam a aquecer o interior.
Estes conselhos devem ser seguidos com bom senso. Na visão da Medicina Tradicional
Chinesa, devemos adaptar a alimentação a cada um, de acordo com as características pessoais.

No entanto, estas recomendações gerais podem ajudar a manter o equilíbrio e evitar as
doenças mais comuns do Inverno.

Para recomendações mais específicas info@marciasampaio.com

0 Read More